5 bandas internacionais que você deveria conhecer

Quer indicações de bandas novas para conhecer? Confira abaixo cinco bandas internacionais “desconhecidas” (leia-se: não tão conhecidas assim, por isso você deve conhecê-las AGORA) com estilos bem diferentes uma das outras.

Woodale

Woodale é uma banda de rock alternativo formada em Lakeland, na Flórida. Comecei por ela porque ela é, com toda certeza, a banda mais desconhecida da lista. Eu a descobri assistindo a um programa americano da MTV que tocou Keep Driving e eu adorei a música. Depois disso eu pesquisei pela música na internet e cheguei até o Woodale. Keep Driving, inclusive, está presente no primeiro EP da banda, Finish What You Start, lançado em 2006 com cinco faixas.

Em 2009, o Woodale chamou outro EP chamado Don’t Say It Too Late, também com cinco faixas. Fora isso, nunca consegui achar muitas informações da banda na internet, até mesmo as músicas são um pouco difíceis de achar para download… Minha indicação é a música She’s Got a Way. Ouça-a abaixo:

TesseracT

TesseracT não é uma banda tão desconhecida. Na verdade, ela é bastante ouvida e elogiada por quem curte metal, sendo um dos principais representantes do gênero metal progressivo. A banda foi formada em 2003 e tem três álbuns de estúdio, sendo que o terceiro álbum, Polaris (2015), é o meu preferido deles, com destaques para as faixas Cages, Survival e Tourniquet. Algo curioso é que ao longo dos seus anos de formação, a banda teve três diferentes vocalistas, cada um com um estilo diferente e isso não faz absolutamente nenhuma diferença na sonoridade da banda.

Ouça a faixa Survival do último trabalho da banda:

Times of Grace

Times of Grace é um projeto paralelo formado Jesse Leach (atual vocalista do Killswitch Engage) e Adam Dutkiewicz (guitarrista do Killswitch Engage). A banda tem apenas um álbum lançado, The Hymn Of A Broken Man, com 13 faixas muito bem trabalhadas e, curiosamente, diferentes uma das outras. Apesar da classificação do gênero da banda ser metalcore melódico, a sonoridade do Times of Grace envolve desde sons pesados com vocal gutural até melodias/baladinhas bem agradáveis. Como os próprios músicos afirmam: “o álbum contém uma mistura de agressividade e melodia”.

Ouça Strength In Numbers, o primeiro single do álbum The Hymn Of A Broken Man:

Eths

Eths é uma banda que eu conheci muito por acaso e que me chamou a atenção, inicialmente, por ter um vocal feminino. É uma banda de metalcore da França, formada originalmente com a vocalista Candice Clot (capaz de fazer tanto vocal limpo quanto gutural) que saiu da banda recentemente por motivos pessoais, dando lugar a Rachel Aspe, que ficou bastante conhecida graças a sua participação na edição francesa do programa Got Talent.

Minha indicação é a versão da música Harmaguedon com Rachel Aspe nos vocais:

The Letter Black

Dando continuidade às bandas de rock com vocal feminino, provavelmente The Letter Black seja uma das bandas internacionais que eu mais goste. É uma banda de rock cristão, que eu conheci por ser comparada com outras bandas do gênero, como Thousand Foot Krutch e Red. A vocalista Sarah Anthony até que arrisca uns screamos de vez em quando – e isso é super legal (para conferir, ouça as músicas “Wounded” e “All I Want” do álbum Hanging On By A Thread).

Ouça o single Believe abaixo:

Se você gostou de uma dessas bandas indicadas, fique à vontade para virar fã delas também!

Compartilhe nas suas redes sociais!

Comentar Via Facebook

Comentários

Eduardo Silva
About Eduardo Silva 89 Articles
Jornalista. Gosto de raposas, Nutella e boas playlists no Spotify!

Seja o primeiro a comentar

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*