Crítica: IT – A Coisa | Tenha medo de Pennywise

Uma das maiores dificuldades dos filmes de terror nos últimos anos é a dificuldade para o desenvolvimento dos personagens, jogando jump scares a torto e a direito, sem ao menos se dar ao trabalho de criar uma atmosfera. IT realiza estes pontos com maestria. Para começar, o filme não pode ser tratado apenas como terror. Também é aventura, romance, suspense e comédia.

10 filmes de terror e suspense para assistir na Netflix

A Netflix está sempre atualizando seu catálogo de filmes de terror, mas isso tem um lado negativo: alguns (bons) filmes saem do catálogo para dar lugar a outros nem sempre tão bons assim. Alguns títulos como [REC], A Órfã e O Nevoeiro saíram da plataforma há algum tempo, assim como o “volume 1” dos filmes Uma Noite de Crime e Sobrenatural – que agora só têm suas continuações disponíveis. Porém, mesmo com essas “falhas”, claro que ainda há bons filmes de terror e suspense para assistir na Netflix. Pegue a pipoca,…

SDCC: Confira os trailers divulgados na San Diego Comic-Con 2017

A tradicional feira de cultura pop de San Diego trouxe muitas novidades em 2017. Entre os dias 20 e 23 deste mês, entre trailers, anúncios e despedidas, pudemos conferir muito material bom do que está por vir. Está na hora de começar a economizar cada moeda para aproveitar os lançamentos previstos para este ano e até para os seguintes no cinema! Acompanhe abaixo os filmes e as séries que se destacaram nestes quatro dias da SDCC 2017!

Crítica: Homem-Aranha: De Volta ao Lar mostra que a naturalidade faz diferença

Já se passaram 15 anos desde o lançamento nos cinemas do primeiro filme da trilogia do Homem-Aranha de Sam Raimi. Desde então, vimos um novo reboot com Marc Webb e toda a negociação envolvendo os direitos do personagem com a Sony e a Marvel. Homem-Aranha: De Voltar ao Lar é um novo início, porém deixando as origens de lado, que os espectadores já sabem de cor. Sem precisar ficar preso a essas amarras, o roteiro pode se desenvolver de maneira mais ágil.

O mundo está pronto para outro filme de vampiros?

Boato de que a Universal Studios pretendia reiniciar o universo compartilhado de monstros, bastante famoso entre as décadas de 1920 e 1950, com Dracula Untold (Drácula: A História Nunca Contada, no Brasil), lançado em 2014. Infelizmente, o longametragem foi considerado um fracasso comercial — a produção custou US$ 70 milhões e gerou uma receita de US$ 215 milhões, aproximadamente. Com apenas 23% de aprovação no Rotten Tomatoes, as críticas apontam um dos problemas: a péssima reinvenção da mitologia do rei dos vampiros.

Crítica: Mulher-Maravilha restaura a fé no universo cinematográfico da DC

Foi um longo caminho percorrido para que, enfim, tivéssemos a oportunidade de ter um filme como Mulher-Maravilha. O universo cinematográfico da DC pode ter muitas lacunas, mas é necessário exaltar que a decisão por finalmente ter coragem em fazer um filme com uma super-heroína como protagonista e, ainda mais, com uma mulher na direção do mesmo, foi a mais acertada possível.

Crítica: “Corra!” acerta em cheio ao mostrar o terror que é o racismo

“Corra!” (Get Out), primeiro longa escrito e dirigido pelo ator e comediante Jordan Peele, estreou no Brasil no último dia 18 e desde então tem recebido críticas positivas tanto por parte do público quanto da imprensa. Estrelado por Daniel Kaluuya (da primeira temporada de “Black Mirror”) e Allison Williams (da série “Girls”), o filme aborda o racismo em forma de crítica social e consegue prender o espectador na cadeira do início ao fim.

Crítica: Rei Arthur – A Lenda da Espada

Estreia nesta quinta-feira (18) no Brasil o novo filme do diretor Guy Ritchie que, desta vez, se arriscou a contar a história do lendário Rei Arthur de um modo mais “moderno”. O longa conta como a inveja e o desejo pelo poder fez com que Vortigern (Jude Law) sacrificasse sua família e matasse seu irmão e, até então, rei Uther Pendragon (Eric Bana) para construir um reinado catastrófico. O pequeno Arthur (Charlie Hunnam), filho de Uther, consegue fugir e encontra abrigo na vila de Londinium, onde acaba sendo criado por…

Crítica: Guardiões da Galáxia Vol. 2 – 2017

Antes de seu lançamento, o primeiro Guardiões da Galáxia (2014) foi marcado por muita desconfiança. Como a Marvel encaixaria o grupo no Marvel Cinematic Universe (MCU)? Entre os principais personagens, um guaxinim e uma espécie de árvore humanoide… como isso daria certo? Depois da estreia, Guardiões tornou-se um ponto de virada para a Marvel. Mostrou de uma vez por todas que o humor escrachado com um roteiro bem amarrado pode apresentar um excelente resultado. Um nível de qualidade que deixou a expectativa para a sequência lá na lua. E é…