Sugestão de leitura: Rainbow Rowell

Se você é o tipo de pessoa que gosta e se aprofunda em leituras onde os personagens poderiam facilmente te representar na vida real, os livros da Rainbow Rowell são perfeitos para você! A ex-jornalista norte-americana escreve histórias para/sobre jovens e adultos com delicadeza e sensibilidade única. Dois de seus livros (Eleanor & Park e Fangirl) já foram listados pelo The New York Times entre os melhores do ano em 2013.

Crítica: Objetos Cortantes, de Gillian Flynn

Objetos Cortantes, da autora Gillian Flynn (que também escreveu Garota Exemplar), é um livro que mistura romance policial com suspense psicológico. A personagem principal, Camille Preaker, é uma repórter policial de um jornal não-muito-prestigiado em Chicago, o Daily Post Chicago. Ela se descreve, inicialmente, como uma mulher frouxa e até mesmo insegura. O que, de fato, ela é. Ou tenha se tornado.

Sugestão de leitura: Diário de um Banana

“Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam. Em Diário de um Banana, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável. Como Greg diz em seu diário: Só não espere que eu seja todo “Querido Diário” isso, “Querido Diário” aquilo. Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são…

Crítica: Caixa de Pássaros – Não abra os olhos

“Ela está lá fora, pronta para alimentar os pássaros. Vendada, anda devagar, tateando a parede para procurar a caixa. Eles já arrulham. Sempre fazem isso quando ela se aproxima. No entanto, dessa vez, ela ouve algo além dos pios. No fim da calçada, ouve-se um ‘passo interrompido’. Sempre muito alerta, ela fica surpresa ao perceber que está tremendo. As vozes dos pássaros não soam mais de forma agradável. Parecem o que Tom quer que sejam: um alarme.”