[Resenha] Green Day em São Paulo: banda fez show para ninguém colocar defeito

(Crédito da foto: Isabella Ferreira)

Sete anos após sua última passagem pelo Brasil, a banda americana Green Day desembarcou novamente no país para a Revolution Radio Tour, que passou pelo Rio de Janeiro no dia 1 de novembro, em São Paulo ontem, 3, e ainda vai passar por mais duas cidades: neste domingo, 5, em Curitiba, e na próxima terça-feira, 7, em Porto Alegre.

Com duas horas e meia de duração e uma setlist de 30 músicas (quatro a mais do que a apresentação anterior no Rio de Janeiro), Billie Joe Armstrong (guitarra e vocais), Mike Dirnt (baixo e vocais) e Tré Cool (bateria) fizeram um show na Arena Anhembi para ninguém colocar defeito. Cerca de 25 mil fãs cantaram grandes clássicos da banda como When I Come Around, Boulevard of Broken Dreams e Basket Case, além das mais recentes Bang Bang e a própria Revolution Radio.

Além de músicas divididas para todos os gostos, Billie Joe se mostrou muito animado durante todo o show, sempre interagindo com a plateia e repetindo frases como “viva São Paulo”, “I love you, Brazil” e “ainda estamos vivos”, referência à música Still Breathing, outra canção da setlist que animou bastante o público.

Green Day – Revolution Radio Tour (São Paulo)

(Crédito da foto: Isabella Ferreira)

O show começou um pouco antes do horário marcado, aquecendo o público com as músicas “Bohemian Rhapsody” do Queen e “Blitzkrieg Bop” dos Ramones, com direito a dois mascotes vestidos de coelhos fazendo movimentos punks no palco antes do Green Day efetivamente começar o show ao som de Know Your Enemy, faixa do álbum 21st Century Breakdown de 2009. Logo de cara, o vocalista já chamou um fã – o primeiro deles – para subir ao palco.

Boulevard of Broken Dreams foi um dos melhores momentos do show, com direito a bandeira do Brasil e a bandeira do orgulho LGBT nas mãos do vocalista e as lanternas dos celulares dos fãs apontadas para o céu. A Arena Anhembi cantou em coro o single do álbum American Idiot (2004).

Além de Boulevard of Broken Dreams, outras músicas da época do American Idiot também foram pontos altos do show. Jesus of Suburbia, no bis, com seus quase 10 minutos de duração, não deixou ninguém sem cantar junto. Também vale destacar as mais antigas Welcome To ParadiseNice Guys Finish Last que foram um show à parte! Infelizmente, ficou faltando “Wake Me Up When September Ends” e “She”, do álbum Dookie (1994).

Com várias pausas para discursos ou pedidos de coros para o público, Joe inclusive gritou “não a Donald Trump”, durante a música Holiday, e teve como resposta um coro de “Fora, Temer” por parte da plateia.

Billie Joe: “Não ao racismo, não ao sexismo, não à homofobia e não a Donald Trump”

O palco com chamas e chuva de fogos, bandeiras, jato d’água, fantasias, canhão de camisetas e a participação dos fãs que ficaram ao lado da banda para cantar ou tocar guitarra complementaram o show alucinante – e inesquecível – que o Green Day fez em São Paulo.

Não importa se você estava na pista premium ou pista na comum, se você é fã desde o Dookie, se pegou a onda emocore em 2004 ou então se passou a ouvir a banda por causa da música 21 Guns, o show do Green Day conseguiu reunir pessoas de todos os gostos. No fim, ao som de Good Riddance (Time of Your Life), todos – bêbados e felizes – saíram de lá com a sensação de que aquele foi um dos melhores shows do ano.

E como Billie Joe mesmo disse: “I love you, São Paulo. We’ll be back soon”. Assim esperamos!

Setlist – Green Day em São Paulo (03/11/17)

1 – Know Your Enemy
2 – Bang Bang
3 – Revolution Radio
4 – Holiday
5 – Letterbomb
6 – Boulevard of Broken Dreams
7 – Longview
8 – Youngblood
9 – 2000 Light Years Away
10 – Armatage Shanks
11 – J.A.R.
12 – F.O.D.
13 – Scattered
14 – Nice Guys Finish Last
15 – Waiting
16 – When I Come Around
17 – Welcome To Paradise
18 – Minority
19 – Are We The Waiting
20 – St. Jimmy
21 – Knowledge
22 – Basket Case
23 – King for a Day (com um trecho de “Garota de Ipanema” no saxofone)
24 – Shout / Always Look on the Bright Side of Life / Break on Throught / (I Can’t Get No) Satisfaction / Hey Jude
25 – Still Breathing
26 – Forever Now

Bis:
27 – American Idiot
28 – Jesus of Suburbia

Billie Joe solo (acústico):
29 – 21 Guns
30 – Good Riddance (Time of Your Life)

Curta nossa página no Facebook | Siga no Twitter

Compartilhe nas suas redes sociais!

Comentar Via Facebook

Comentários

Related posts

Leave a Comment