Crítica: Homem-Aranha: De Volta ao Lar mostra que a naturalidade faz diferença

Já se passaram 15 anos desde o lançamento nos cinemas do primeiro filme da trilogia do Homem-Aranha de Sam Raimi. Desde então, vimos um novo reboot com Marc Webb e toda a negociação envolvendo os direitos do personagem com a Sony e a Marvel. Homem-Aranha: De Voltar ao Lar é um novo início, porém deixando as origens de lado, que os espectadores já sabem de cor. Sem precisar ficar preso a essas amarras, o roteiro pode se desenvolver de maneira mais ágil.

Confira os filmes que estreiam nesta semana nos cinemas e na Netflix (06 de julho)

Homem-Aranha: De Volta ao Lar é a grande estreia desta semana nos cinemas brasileiros. Nesta nova produção da Marvel, a história do super-herói evita se concentrar na descoberta de seus poderes e mostra o jovem protagonista Peter Parker (Tom Holland) voltando para casa após sua experiência com os Vingadores, tendo uma vida tranquila e combatendo alguns pequenos crimes pela cidade sob o olhar de novo mentor Tony Stark (Robert Downey Jr.) – até que, claro, o Abutre (Michael Keaton) surge como o vilão do filme.